Blog do Paulus: Os óculos refletem a personalidade de uma pessoa

Os óculos refletem a personalidade de uma pessoa


Os óculos refletem a personalidade de uma pessoa
Escolher um par de óculos é também uma questão de estilo

Matéria escrita por Carl Zeiss Vision. 

Eles não são apenas um instrumento de auxílio visual, mas também um acessório da moda. Os óculos permitem que você expresse sua personalidade e marque seu estilo. Mas o que os óculos podem dizer sobre um tipo de pessoa?
O formato do rosto desempenha um papel fundamental na escolha da armação certaLink How to find a How do I find the perfect frame for my face, mas há outros fatores a serem considerados. Um consultor óptico experiente reconhecerá rapidamente o tipo certo de armação para o formato de rosto e o tipo de personalidade do seu cliente. Eles conhecem os dois tipos básicos de pessoas:  o tipo que "não quer óculos", ou seja, que deseja usar uma armação que combine com o rosto da forma mais harmoniosa possível e que seja extremamente discreta, e o tipo  mais influenciado pela moda e que vê seus óculos como um acessório. Mas são essas realmente as duas únicas "categorias"? Estudando o assunto detalhadamente descobrimos alguns resultados interessantes. Basicamente, existem três grupos distintos de usuários de óculos:
Os que gostam de óculos da moda
rei do estilo: este pessoas que muitas vezes tem mais de um par de óculos. Para eles, nada é extravagante ou moderno demais. Sempre com o modelo mais atual e de preferência com lentes tingidas: desde que goste e que esteja de acordo com o seu humor e/ou roupa, tudo combina. Criativos e extrovertidos consideram seus óculos um complemento do  visual.
O apaixonado por marcas: dão valor a marcas e modelos, inclusive quando escolhem suas roupas. A escolha dos óculos dessas pessoas é influenciada por marcas. Apenas armações dos designers mais famosos do mundo poderão dar elegância ao seu rosto. Além disso, os óculos também devem estar em sintonia com o resto do seu estilo – o visual tem que ser impecável. Os fãs de óculos de marca também apostam em lentes de boa qualidade. Resumindo, sabem que a qualidade tem o seu preço, mas que também se justifica.
Óculos sem grau - só pelo estilo: óculos sem a função corretiva estão a venda em lojas de moda como um acessório para o rosto. Óculos "nerd", óculos "GG" estilo anos 70 e óculos em estilo John Lennon são usados no mundo da moda alternativa por pessoas que não precisam, mas desejam usar óculos para complementar o visual. É preciso ter experiência para escolher lentes para óculos; no entanto, armações grandes só ficam realmente bem com lentes finas de plástico, o que torna o seu uso muito mais confortável. As óticas também são boas conselheiras na escolha de lentes coloridas.
Os que gostam de óculos práticos
O focado em soluções: esse tipo de pessoa precisa primeiro se acostumar a usar óculos. Quando fazem um exame de vista que detecta a necessidade de algum tipo de auxílio visual, o que importa é que os óculos cumpram a sua função. Ou seja, apenas querem uma coisa: poder enxergar bem novamente, depois escolhem as armações e lentes certas para o seu tipo e problema de visão. Para pessoas que usam óculos pela primeira vez, escolher as armações e lentes o mais leves possíveis e fáceis de limpar pode ajudar muito na adaptação.
O reservado: essas pessoas querem óculos que tenham o mínimo de armação possível para que passem quase despercebidos. Algumas delas aceitam apenas óculos sem aros. Lentes corretivas de alta refração podem ser usadas para dissimular o grau da prescrição, pois são mais finas do que o tipo padrão para o mesmo grau. Portanto, mesmo em casos de altos graus, seus óculos não terão aspecto de "fundo de garrafa". Este tipo de usuário normalmente é fiel aos seus óculos durante anos e, quando finalmente os substituem por novos, acabam escolhendo óculos bastante parecidos com os antigos.
O conhecedor: "Só quero o melhor para os meus olhos." Esta frase está na ponta da língua deste tipo de usuário quando vai a uma ótica. Ele conhece bem termos como: bifocais, lentes progressivas e tratamento antirreflexo. Quando escolhem lentes corretivas, consumidores orientados para a qualidade prestam menos atenção no preço e se concentram mais no desempenho dos novos óculos em função de suas necessidades especiais.  As armações também devem estar de acordo com seus padrões pessoais de qualidade.
Óculos para pessoas ativas
O colecionador: este tipo de usuário trata os óculos como objetos preciosos para serem exibidos com orgulho. Ele os coleciona com paixão e trocaria de modelo todos os dias se pudesse. Não estão muito preocupados se os óculos vão combinar com todos os visuais e em todas as ocasiões, todos os estilos são aceitos, dos aros de tartaruga aos de metal e multicoloridos. Se interessam também por lentes coloridas que combinam com as armações dos óculos e até mesmo por lentes curvas, como as da linha ZEISS Sport.
O completo: essas pessoas gostam de estar preparadas para qualquer situação, isso significa que as armações devem ser: atraentes, mas não chamativas; leves, mas resistentes; e, é claro, devem se adaptar com perfeição. Geralmente, não estão à procura de futilidades da moda, mas sim lentes que possam fazer de tudo, ou seja, gostam de óculos multirresistentes e lentes fotossensíveis, desta forma não precisam trocar de óculos para ver de longe ou de perto, quando faz Sol ou não.
O herói cotidiano: pessoas que irradiam vivacidade e ação. Estão sempre em movimento e perdem muito tempo procurando seus óculos. Dizemos óculos no plural, pois estas pessoas precisam de um par de óculos para ler e outro para ver de longe. Porém, dois pares de óculos não são o suficiente, pois esses “furacões” precisam de um par em cada canto da casa, como na cozinha para cozinhar, no banheiro para se maquiar, na sala para ver televisão e na cabeceira para ler. Além disso, também precisam ver com nitidez para trabalhar e dirigir. É por esta razão que precisam ter um par de óculos em cada lugar ou usam uma corrente para segurar os dois tipos de óculos no pescoço – assim evitam de perdê-los. Para pessoas agitadas, lentes e armações "inquebráveis" são fundamentais, uma vez que seus óculos tendem, com alguma frequência, a aparecer embaixo de uma pilha de documentos, a ser derrubados da mesa ou a cair no carro.


Carl Zeiss
O grupo alemão Carl Zeiss é líder internacional no ramo óptico. Há mais de 164 anos, contribui para o progresso tecnológico mundial atuando nos mercados de microscopia, semicondutores, sistemas médicos, tecnologia industrial e tecnologia óptica para os consumidores. Com tecnologias e soluções inovadoras, a Carl Zeiss é líder mundial na produção de semicondutores, tecnologia industrial, microscopia, óptica oftálmica e óptica optrônica. Cerca de 24.000 colaboradores geraram, no ano fiscal 2010-11, um faturamento de 4.237 bilhões de euros. A sede da companhia está localizada em Oberkochen, Alemanha.

Carl Zeiss Vision
O setor óptico da Carl Zeiss reúne competências e soluções oftálmicas com uma marca de força internacional. Esse setor investe em pesquisas tecnológicas e desenvolve produtos e serviços da mais alta qualidade. Em 2012, a empresa comemora 100 anos de suas lentes de precisão.Com cerca de 11.500 colaboradores, esse setor da Carl Zeiss é líder mundial em fabricação de lentes para óculos. Somente no exercício 2010-11 gerou um rendimento de 849 milhões de euros. Com um portfólio completo de produtos ópticos, a empresa conta com  35 centros de distribuição, mais de 100 representações e 15 centros de produção distribuídos entre Europa, América do Norte, América do Sul e Ásia. A Carl Zeiss Vision é hoje a empresa líder em tecnologia e inovações óticas e de alta precisão. Para saber mais sobre a Carl Zeiss Vision, acesse http://www.zeiss.com.br/melhorvisao.


Sessão de Comentários

Atenção!
Comentários enviados por e mail ou redes sociais não serão respondidos!
Favor deixar sua dúvida ou pedido de contato com o autor apenas nesta sessão de comentários do blog.

recomendamos a leitura

Paulus Maciel se reserva no direito de usufruir da liberdade de expressão assegurada pela constituição federal:

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação independentemente de censura ou licença