Blog do Paulus: Parte 7 - Solucionando Problemas na Venda e Adaptação de Óculos

Parte 7 - Solucionando Problemas na Venda e Adaptação de Óculos

Matéria escrita por Paulus Maciel. Direitos Reservados.

Nesta sétima parte da série de matérias sobre solução de problemas na venda e adaptação de óculos vou abordar sobre "limitação da visão de perto"

Durante o uso de lentes multifocais progressivas, seu cliente presbita pode se queixar que o campo de perto está restrito quando a leitura é executada na postura natural.

As 5 causas mais frequentes para esta limitação são:

  1. Altura de montagem.
  2. Medida vertical do aro.
  3. Ajuste da armação.
  4. Convergência diferenciada do usuário.
  5. Escolha da lente multifocal progressiva.

Quando o usuário reclama que a única forma de o campo de perto ficar maior é erguer a armação durante a leitura, isso pode revelar que a altura de montagem pode estar baixa. Na ilustração ao lado podemos notar a cruz de montagem posicionada abaixo da pupila da pessoa, o que implica no rebaixamento e limitação 
vertical do campo de perto, melhorando apenas ao levantar o aro com as mãos. 

A medida vertical do aro pode "causar a impressão" ao usuário de uma visão de perto limitada. Esta situação ocorre na maioria das vezes quando a pessoa está acostumada a usar multifocais com alturas acima de 18mm e compra um óculos com uma altura pupilar de 14 ou 15mm. Evite quedas bruscas de altura de montagem entre o multifocal antigo e o multifocal novo do cliente; por mais que o design da lente compense esta vertical menor, o usuário vai estranhar e precisará se readaptar aos novos e menores óculos.

Uma forma de amenizar a redução da altura de montagem do óculos novo em relação ao antigo é ajustar a armação através da inclinação (ângulo pantoscópico). A maioria das pessoas que passaram por esta situação e tiveram suas armações inclinadas se sentiram satisfeitas com o resultado.

Lembre-se que mais vale uma altura 20mm com a armação reta do que uma 16mm com a armação inclinada, pois quanto maior a inclinação da armação maior será a indução de prisma na visão de longe de seu cliente. Caso você venda lentes free form otimizadas pelo ângulo pantoscópico não haverá alteração visual em detrimento do ajuste.

Sempre quando atendemos um cliente presbita precisamos saber qual é sua DNP tanto de longe quanto de perto, pois a adaptação deste usuário em visão de perto depende de uma lente multifocal progressiva que contemple a convergência natural dele.

A convergência é a diferença entre a DNP de longe e de perto de seu cliente. Esta medida pode ser realizada no pupilômetro.

Boa parte das lentes multifocais vendidas no Brasil possuem a convergência do corredor progressivo a 2,5mm porém nem todas as pessoas convergem 2,5mm. Na ilustração abaixo podemos observar como a convergência das pessoas pode variar. (clique na imagem para ampliar)
Clique na imagem para ampliar, caso necessário.
Um presbita de convergência acima ou abaixo de 2,5mm que está usando lentes multifocais de corredor a 2,5mm se queixam de limitação do campo de perto, apresentando os seguintes sintomas:
  1. Dificuldade de leitura de textos, pois apenas uma pequena parte da linha fica nítida.
  2. O campo de perto melhora quando a cabeça fica reta e a leitura é bem jogada para o lado direito ou esquerdo.
  3. O campo de perto melhora quando a leitura fica no centro, porém a pessoa precisa movimentar a cabeça de lado para enxergar no canto da lente.
  4. O campo de perto melhora quando a pessoa segura o óculos e o movimenta lateralmente perante os olhos.
Antigamente, por causa da limitação de multifocais otimizados econômicos no mercado, o óptico era obrigado a solicitar a modificação da montagem do óculos para a pessoa enxergar melhor para perto. A técnica consiste em montar a DNP do multifocal com o valor da DNP de perto + 2,5mm.

Na ilustração abaixo temos um exemplo de uma convergência de 4mm, onde na montagem a DNP de longe (34) foi ignorada para que fosse utilizado o valor de 32,5 (30+2,5). O corredor foi deslocado na montagem, a pessoa voltou a enxergar bem para perto, porém ocorreu uma descentração da cruz de montagem que provoca prisma na lente. Se o esférico de longe desta lente fosse +4,00, com a montagem descentrada em 1,5mm (34 da DNP certa - 32,5 da DNP forçada) vai gerar, segundo Prentice um prisma de 0,60d na visão de longe do seu cliente. (caso necessário, clique na imagem para ampliar).
Clique na imagem para ampliar, caso necessário.
Atualmente a grande variedade de multifocais com relação custo x benefício que adequam o corredor progressivo de acordo com a convergência de míopes e hipermetropes, faz com que o "recurso"  DNP de perto + 2,5mm seja considerado uma "gambiarra". 

Na venda preventiva é recomendado medir a DNP de longe e de perto do cliente, caso a subtração desses valores seja maior ou menor que 2,5mm venda lentes multifocais cujos desenhos variem conforme a adição e a curva base.

Não são apenas as ametropias que determinam as variações de convergência, mas também a anatomia da pessoa pode proporcionar uma convergência mais ou menos acentuada. Eu, por exemplo, tenho miopia de 1 dioptria, DP de 69 e rosto largo, fatores anatômico que deram uma possibilidade maior de ter uma convergência pequena. Para casos como o meu, qual multifocal podemos vender?

Procure lentes multifocais freeform otimizadas pela DNP de perto do usuário, isso é, o óptico precisa anotar na ordem de serviço tanto a DNP de longe quanto a de perto do cliente. O software freeform irá calcular a convergência e construir na face interna da lente um corredor deslocado exatamente na mesma milimetragem da convergência informada na O.S.

Ao final desta matéria, chegamos as seguintes conclusões:
  1. Para não limitar o campo de perto, a altura de montagem não pode estar baixa, portanto ajuste bem a armação antes de tirar esta medida em seu cliente.
  2. Evite vender uma armação com medida vertical muito menor em relação ao óculos atual do cliente. Esta ação reduz a necessidade de inclinar excessivamente a armação.
  3. A inclinação da armação ajuda, mas gera prisma na visão de longe em lentes não otimizadas pelo ajuste do ângulo pantoscópico.
  4. Meça sempre a DNP de longe e de perto do cliente para conhecer a sua convergência.
  5. Caso a convergência seja maior ou menor que 2,5mm venda sempre lentes otimizadas e nunca venda lentes convencionais com montagem descentrada (gambiarra).
Seguindo os passos acima, dificilmente o seu cliente reclamará de limitação do campo de perto.

Você pode também curtir e compartilhar está matéria através dos plugins das redes sociais, localizados na parte inferior desta postagem.

AJUDE O BLOG A SOBREVIVER. USE O PAY PAL E DOE R$10,00 COM SEU CARTÃO DE CRÉDITO. CLIQUE NO BOTÃO ABAIXO PARA FAZER A SUA DOAÇÃO SEGURA.
 

Licença Creative Commons
Parte 7 - Solucionando Problemas na Venda e Adaptação de Óculos está licenciado sob uma licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Sessão de Comentários

Atenção!
Comentários enviados por e mail ou redes sociais não serão respondidos!
Favor deixar sua dúvida ou pedido de contato com o autor apenas nesta sessão de comentários do blog.

recomendamos a leitura

Paulus Maciel se reserva no direito de usufruir da liberdade de expressão assegurada pela constituição federal:

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação independentemente de censura ou licença