Blog do Paulus: Pesquisa inédita revela que no Norte do Brasil 42% das pessoas sentem dificuldade visual para dirigir

Pesquisa inédita revela que no Norte do Brasil 42% das pessoas sentem dificuldade visual para dirigir



Estudo internacional demonstra ainda que mais da metade dos nortistas (58%) sente dificuldade visual enquanto dirigem à noite

São Paulo, julho de 2012 - Uma pesquisa inédita revela que 42% das pessoas que vivem no Norte do País sentem dificuldade visual para dirigir e que mais da metade dos nortistas (58%) sente dificuldade visual para dirigir ou para enxergar a sinalização de trânsito durante a noite.

“A visão é muito importante e nos ajuda a realizar tarefas do dia a dia com precisão e agilidade. Quando está comprometida, interfere diretamente na saúde, na segurança e na qualidade de vida. Quando expostos a situações de dificuldade, os olhos sofrem pela sobrecarga exigida e as pessoas podem até se colocar em situação de risco, como no trânsito, por exemplo. Essa pesquisa nos revela que o nortista não está cuidando bem da saúde dos olhos, e por isso não está usando sua visão de forma eficiente”, afirma o oftalmologista Miguel Padilha, Diretor do Departamento de Oftalmologia do Núcleo Central do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.

Os números levantados pela pesquisa chamam atenção ainda para outro dado importante. Metade da população dessa região (51%) afirmou que sente alguma dificuldade visual para ler um livro, por exemplo. Do total de pessoas ouvidas nessa região, 51% avaliaram sua visão como mediana ou muito ruim enquanto trabalham no escritório ou passam muito tempo em frente ao computador e outros 60% disseram terem algum tipo de problema para focar ou enxergar detalhes de longe.

A pesquisa, que foi realizada também em outros países como Alemanha, Itália, China e EUA, revela ainda que 43% dos entrevistados demoram mais de um ano para fazerem consultas ou exames oftalmológicos. De acordo com o especialista, o levantamento indica que é preciso mais conscientização em relação à saúde dos olhos. Um dos dados revela que 89% das pessoas nessa região fariam exames oftalmológicos com mais frequência, se sentissem necessidade médica, enquanto outros 86%, se soubessem que sua visão poderia ser melhorada.

“A acuidade visual pode mudar consideravelmente ao longo de um ano, assim como as exigências específicas dos olhos de uma pessoa. Nem sempre essas mudanças são percebidas no dia a dia. A certeza de que alguém está usando sua visão de modo eficiente e com o apoio necessário só pode ser determinada através de um teste de visão. Por isso é fundamental que o brasileiro faça exames oftalmológicos pelo menos uma vez ao ano após os 40 anos de idade”, alerta Padilha. “Se na família existem casos de alta miopia ou de hipermetropia, estes exames já devem ocorrer na fase de alfabetização, quando a criança começa a freqüentar a escola”, complementa.

A pesquisa internacional foi encomendada pela ZEISS – em comemoração aos 100 anos de lançamento de suas primeiras lentes de precisão – e realizada pelo instituto inglês YouGov. O levantamento foi realizado de forma direcionada, ouviu mais de mil brasileiros de todas as regiões do país, entre homens e mulheres, em novembro de 2011.

Rotina moderna pede presença de alta tecnologia
Hoje, a demanda por enxergar melhor é grande: 69%[1] das pessoas levam seus óculos aonde quer que vão. O acessório parece simples, mas o cálculo matemático de um perfil de visão individual é uma conquista tecnológica de altíssimo nível que, em conjunto com medições de alta precisão, também leva em consideração a individualidade de cada olho”, comenta o gerente de Marketing da Carl Zeiss para a América Latina, Marcelo Frias.

De acordo com Frias, hoje em dia as lentes progressivas, por exemplo, precisam ser capazes de alcançar, em termos de campo visual e qualidade, mais do que no passado. "Mudar rapidamente o foco de visão de um smartphone para um objeto distante e vice-versa, ou de um GPS no carro para a estrada são apenas alguns exemplos de desafios de quem usa óculos. A ZEISS tem como principal objetivo ajudar as pessoas a realizarem suas atividades diárias com alta qualidade e conforto visual”, finaliza.

100 anos de lentes de precisão
O levantamento sobre a visão dos brasileiros é uma das várias novidades que a ZEISS traz ao Brasil, em comemoração aos 100 anos do lançamento das suas primeiras lentes de precisão, que representaram um marco no segmento óptico, estabelecendo novos padrões de qualidade usados até hoje. Com elas, a visão passou a ser nítida em toda a superfície da lente, eliminando a visão em forma de túnel das peças que ofereciam foco apenas no centro.  

Você sabia...

·         ... que “O Senhor dos Anéis”, “King Kong” e “O Perfume” tem uma coisa em comum? Foram filmados com lentes para cinema da ZEISS.

·        ... que os equipamentos da Carl Zeiss conseguem distinguir um quadro original de Van Gogh de uma falsificação?

·        ... que o Hubble é um telescópio que utiliza a tecnologia ZEISS para fotografar outros planetas?


Carl Zeiss 
O grupo alemão Carl Zeiss é líder internacional no ramo óptico. Há mais de 164 anos, contribui para o progresso tecnológico mundial, atuando nos mercados de microscopia, semicondutores, sistemas médicos, tecnologia industrial e tecnologia óptica para os consumidores. Com tecnologias e soluções inovadoras, a Carl Zeiss é líder mundial na produção de semicondutores, tecnologia industrial, microscopia, óptica oftálmica e óptica optrônica. Cerca de 24.000 colaboradores geraram, no ano fiscal 2010-11, um faturamento de 4.237 bilhões de euros. A sede da companhia está localizada em Oberkochen, Alemanha.

Carl Zeiss Vision
O setor óptico da Carl Zeiss reúne competências e soluções oftálmicas com uma marca de força internacional. Esse setor investe em pesquisas tecnológicas e desenvolve produtos e serviços da mais alta qualidade. Em 2012, a empresa comemora 100 anos de suas lentes de precisão. Com cerca de 11.500 colaboradores, esse setor da Carl Zeiss é líder mundial em fabricação de lentes para óculos. Somente no exercício 2010-11 gerou um rendimento de 849 milhões de euros. Com um portfólio completo de produtos ópticos, a empresa conta com 35 centros de distribuição, mais de 100 representações e 15 centros de produção distribuídos entre Europa, América do Norte, América do Sul e Ásia. A Carl Zeiss Vision é hoje a empresa líder em tecnologia e inovações óticas e de alta precisão. Para saber mais sobre a Carl Zeiss Vision, acesse www.zeiss.com.br/visao


Sessão de Comentários

Atenção!
Comentários enviados por e mail ou redes sociais não serão respondidos!
Favor deixar sua dúvida ou pedido de contato com o autor apenas nesta sessão de comentários do blog.

recomendamos a leitura

Paulus Maciel se reserva no direito de usufruir da liberdade de expressão assegurada pela constituição federal:

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação independentemente de censura ou licença