Blog do Paulus: Mitos e verdades sobre lentes fotossensíveis

Mitos e verdades sobre lentes fotossensíveis

Por: Paulus Maciel

Acredito que ninguém melhor para falar deste assunto do que um apaixonado por lentes fotossensíveis assim como eu. Nesta matéria, vou mostrar a minha opinião sobre as verdades e mitos das lentes fotossensíveis com a intenção de motivar o consumidor final a adquirir essa tecnologia em seus óculos, além de motivar também o profissional óptico a perder o medo de oferecer este excelente benefício ao cliente.

Sabemos bem que toda a tecnologia em fase inicial apresenta uma performance tímida, que muitas vezes não contempla a exigência do usuário de óculos. Voltando um pouco mais de uma década, as lentes fotossensíveis não apresentavam performance suficiente para atender os consumidores mais exigentes, porém nos dias de hoje esta situação não existe mais. Estamos na era da alta performance.

Mesmo nesta era de alta performance, nos deparamos com consumidores e profissionais com dúvidas e/ou receios sobre lentes fotossensíveis, por isso vou começar agora a ajudá-los a quebrar alguns mitos e evidenciar algumas verdades. Para aumentar a utilidade desta matéria, vou me concentrar nas questões mais polêmicas e menos obvias sobre o assunto.

1- Lente fotossensível vicia o olho, deixando-o preguiçoso?
Resposta: Mito
Explicação: Quem fica viciado é o consumidor, tamanho o conforto e qualidade de visão que a tecnologia fotossensível pode proporcionar. Eu sou usuário "de carteirinha" de lentes fotossensíveis e quando eu uso uma lente que não é dotada de tal, me sinto desprotegido em relação a claridade. Isso não é psicológico e sim fisiológico, já que a lente provoca este incrível conforto aos olhos. Nenhum estudo clínico confiável apontou que as lentes fotossensíveis podem causar comportamento inadequado ou viciante da abertura natural da pupila em função da luminosidade.

2- Lente fotossensível substitui o óculos de sol?
Resposta: Nem mito, nem verdade. Depende!
Explicação: Depende da necessidade de cada usuário. Uma pessoa que dirige bastante durante o dia não terá as lentes fotossensíveis como óculos de sol, pois as mesmas escurecem pouco dentro dos veículos. No meu caso que ando muito pelas ruas e não gosto de carregar dois óculos, as minhas lentes fotossensíveis substituem totalmente meus óculos de sol. Particularmente só uso óculos de sol graduados nos fins de semana, nas minhas práticas esportivas e ao dirigir veículos. Em suma, depende da necessidade de cada um.

3- Lente fotossensível não é tão escura como um óculos de sol.
Resposta: Mito.
Explicação: As melhores marcas de lentes fotossensíveis conseguem atingir tonalidades oftálmicas* (tons de I a III) semelhantes aos óculos de sol.  *Quero lembrar que as lentes fotossensíveis escurecem em função da presença da radiação UV do ambiente e os óculos de sol são escuros em 100% do tempo, independente do ambiente.

4- O tratamento antirreflexo atrapalha a performance das lentes fotossensíveis?
Resposta: Mito
Explicação: Essa afirmação é "coisa do passado". O tratamento antirreflexo não atrapalha o escurecimento e a desativação das lentes fotossensíveis. Sob o ponto de vista estético também não, já que a redução dos reflexos evidencia a cor e o tom das lentes ativadas, deixando-as com um aspecto agradável.

5- Lentes fotossensíveis demoram para escurecer e clarear.
Resposta: Nem mito, nem verdade. Depende!
Explicação: Depende da marca de lente fotossensível escolhida. Algumas marcas apresentam lentidão na ativação e desativação da função e outras são super rápidas, assim como as melhores marcas do mercado.
Todas as minhas lentes fotossensíveis escurecem em menos de 1 minuto (aproximadamente 45 segundos). O clareamento (desativação) depende do ambiente, que não pode estar sofrendo influência direta ou indireta da radiação UV. Quando estou num ambiente fechado, em aproximadamente 5 minutos eu não percebo mais o escurecimento da lente durante o uso.

6- Lentes fotossensíveis previnem doenças oculares?
Resposta: Verdade
Explicação: As lentes fotossensíveis protegem seus usuários contra a radiação UV, radiação essa que pode a longo prazo causar doenças oculares diversas.

7- Crianças não podem usar lentes fotossensíveis.
Resposta: Mito
Explicação: Ao contrário, as crianças possuem suas lentes oculares naturais (córnea e cristalino) bem mais transparentes e suscetíveis a radiação UV do que um adulto. As lentes fotossensíveis protegem totalmente os olhos sensíveis das crianças e adolescentes da claridade excessiva e da radiação UV, prevenido futuras doenças oculares. Se minha filha fosse usuária de óculos de receituário, com certeza ela usaria uma lente fotossensível de ótima qualidade. Hoje ela usa óculos de sol com proteção UV certificada.

8- A cor da lente fotossensível influencia no conforto do usuário?
Resposta: Verdade
Explicação: Mesmo corrigidos com lentes graduadas, míopes e hipermetropes sentem o conforto das cores de formas diferentes. Os míopes se sentem ainda mais confortáveis quando usam a cor marrom, pois acentuam os tons de vermelho na visão; os hipermetropes se sentem ainda mais confortáveis quando usam a cor verde, pois acentuam os tons de verde na visão. Ambos se sentem iguais quando usam cinza, pois essa cor é neutra e não acentua e nem diminui a percepção de cores. Atenção: essa afirmação não impede do míope usar verde e o hipermetrope marrom, mas as dicas que acabei de passar trazem sim mais conforto. Todas as cores proporcionam conforto, porém as cores mais adequadas dão conforto extra.

9- Lente fotossensível não é um produto para pessoas jovens.
Resposta: Mito
Explicação: O jovem da atualidade está 100% ligado a tecnologia e as lentes fotossensíveis são a última palavra em tecnologia avançada para o conforto visual. O jovem que tem um ótimo computador, tem um ótimo smartphone, precisa ter um óculos com ótimas lentes fotossensíveis.

10- As lentes fotossensíveis são mais grossas do que as lentes incolores.
Resposta: Mito
Explicação: As tecnologias fotossensíveis mais modernas são aplicadas abaixo da superfície das lentes, fundindo-se ao material das mesmas sem aumentar as suas espessuras.

AJUDE O BLOG A SOBREVIVER. USE O PAY PAL E DOE R$10,00 COM SEU CARTÃO DE CRÉDITO. CLIQUE NO BOTÃO ABAIXO PARA FAZER A SUA DOAÇÃO SEGURA.

 

Licença Creative Commons
O trabalho Mitos e verdades sobre lentes fotossensíveis está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

As imagens contidas nesta matéria são meramente ilustrativas.

O texto produzido para esta matéria revela a opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor, o especialista óptico Paulus Maciel.

Esta matéria não é uma pesquisa e também não é um estudo clínico e nem científico.

Paulus Maciel se reserva no direito de expressar livremente a sua opinião sem a necessidade de autorização ou licença prévia de qualquer pessoa física ou jurídica. Este direito é assegurado pelo artigo 5, inciso IX da constituição da República Federativa do Brasil que diz:

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

Sessão de Comentários

Atenção!
Comentários enviados por e mail ou redes sociais não serão respondidos!
Favor deixar sua dúvida ou pedido de contato com o autor apenas nesta sessão de comentários do blog.

recomendamos a leitura

Paulus Maciel se reserva no direito de usufruir da liberdade de expressão assegurada pela constituição federal:

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação independentemente de censura ou licença