Blog do Paulus: 10 dicas para não levar gato por lebre numa óptica

10 dicas para não levar gato por lebre numa óptica

fA infinidade de produtos e marcas ao invés de facilitar a vida do consumidor de óculos acaba gerando precedente para a prática do famoso "gato por lebre'' ou seja vender uma marca e entregar outra. Isso ocorre no Brasil principalmente na venda de lentes.

Por que algumas ópticas fazem isso? 

  • Para lucrar mais, porém de forma nada profissional, ética e legal.

Como acontece? 

  • Explica toda lente ao consumidor citando alguma marca, principalmente as de maior credibilidade. 

  • Na maioria das vezes vende a lente citada com preço inferior ao de mercado.

  • Ao fazer o pedido ao laboratório solicita lente cuja marca possui um preço de custo menor.

  • Adquirindo no laboratório uma lente de custo menor a ótica garante maior lucro.

  • Não entrega certificado de autenticidade ou entrega certificado de autenticidade original não entregue a outro cliente que recebeu por sua vez o produto da marca certa. (esquentar certificado). Pode entregar também certificado não oficial impresso pela própria loja com os dados convenientes a eles.

  • Normalmente não entrega nota fiscal ou finge que emitiu uma nota fiscal eletrônica.

  • Quando emite nota fiscal o nome da lente está "codificado" ou com abreviações que induzem o consumidor a entender que levou o produto da marca divulgada.

  • Informam ao cliente que a lente foi bem conferida e não há necessidade de ir ao oftalmologista ou optometrista para a conferência da mesma.

Como posso evitar que eu seja vítima desse golpe?

1- Lentes para óculos possuem nome, nome do meio e sobrenome. O nome significa o grupo, a linha de lentes Hoyalux Lifestyle por exemplo. O nome do meio significa em qual matéria prima a lente foi fabricada como Trivex, por exemplo. O sobrenome normalmente é a marca do antirreflexo aplicado como Long Life, por exemplo. Exija que o canhoto para a retirada da lente conste o nome completo do produto adquirido. 

2- Jamais pague o valor integral da compra caso a óptica se negue a entregar um recibo apropriado. Sugerimos nem fechar negócio e comprar em outro estabelecimento que atenda sua exigência.

3- Desconfie da venda de lentes de marcas reconhecidas com descontos superiores a 10% tanto para pagamento a vista ou parcelado a não ser que a loja esteja sinalizada com desconto promocional do fabricante (ação chamada pelo fabricante de "dia do produto")

4- Dê preferencia na aquisição de lentes para óculos que possuam logomarca de autenticidade aplicada ao produto. Essas logomarcas são colocadas no tratamento antirreflexo ou em gravações a laser que não podem ser removidas (gravação pequena e discreta). Durante a explicação pergunte ao vendedor quais são as marcas de lentes que disponibilizam a logomarca de autenticidade.

5- Na entrega exija imediatamente o certificado de autenticidade do produto onde nele deve constar o seu nome completo (nome, nome do meio e sobrenome). A logomarca do fabricante deve estar impressa também no certificado. Exija que o certificado conste também o seu nome (nome do cliente).

6- Na entrega da lente exija visualizar a logomarca de autenticidade, caso o produto adquirido tenha essa tecnologia.

7- Na entrega do óculos, exija o cupom fiscal com o nome completo da lente adquirida.

8- Ao levar ao oftalmologista para a conferência entregue o óculos e o certificado da lente e solicite a gentileza de verificar o grau e a autenticidade da lente.

9- Caso a óptica se negue a comprovar a autenticidade do produto entre em contato com o fabricante da lente e também com os órgãos de defesa do consumidor. Caso a óptica esteja num shopping vá até a administração e registre uma queixa formal.

10- Tente fidelizar-se a marcas de lentes que possuam controles mais rigorosos quanto a autenticidade de seus produtos certificados etc.


Considerações Finais

1- No universo das ópticas uma minoria de lojas acaba praticando "gato por lebre".

2- A maioria das óticas trabalha de acordo com os princípios éticos, tanto as independentes quanto as redes de pequeno, médio e grande porte.

3- Esta matéria está destinada ao consumidor final de óculos.

4- Qualquer dúvida clique no título dessa postagem, vá até o final do texto, faça um pequeno cadastro e habilite-se a fazer sua pergunta e tirar sua dúvida ou obter um conselho.

Demonstre sua reação em relação a esse artigo:

AJUDE O BLOG A SOBREVIVER. USE O PAY PAL E DOE R$20,00 COM SEU CARTÃO DE CRÉDITO. CLIQUE NO BOTÃO ABAIXO PARA FAZER A SUA DOAÇÃO SEGURA.
 


Licença Creative Commons
"10 dicas para não levar gato por lebre numa óptica" está licenciado sob uma licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.


Imagens desta postagem são meramente ilustrativas e obtidas pela internet.

Sessão de Comentários

Atenção!
Comentários enviados por e mail ou redes sociais não serão respondidos!
Favor deixar sua dúvida ou pedido de contato com o autor apenas nesta sessão de comentários do blog.

recomendamos a leitura

Paulus Maciel se reserva no direito de usufruir da liberdade de expressão assegurada pela constituição federal:

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação independentemente de censura ou licença